O TABACO E A UMBANDA

cachimbo (1)

O tabaco sempre foi usado pelos nativos e Xamãs de todas culturas. Na Umbanda comumente usado pelas entidades espirituais tais como: Caboclos, Pretos Velhos, Exu etc, como uma erva de poder, em reverência ao Pai Tabaco*. Com a profanação no uso indevido do tabaco (sintetizações e inclusão de agentes químicos) o elemento de poder que sempre foi utilizado como chave de acesso ao mundo espiritual e cura disseminou sua ira trazendo dor, doença e vício.

Na Umbanda e nos cultos de matriz africana, o tabaco é um importante elemento transportador e que promove a transmutação de energias. Utilizado pelas entidades em atendimentos, passes, oferendas e em grande parte de sua ritualística, ele colabora com o trabalho espiritual purificando as energias e atuando em benefício do consulente durante o atendimento.

O tabaco, durante seu cultivo, carrega em seu campo energético vários elementos da natureza como energias do solo, absorve calor do sol e o magnetismo da lua, sais minerais, oxigênio, hidrogênio e ao ser queimado, libera todas energias que atuam de forma benéfica no mundo oculto, através dos Chakras do consulente.

É importante dizer que nenhuma entidade tragq a fumaça do tabaco, ou seja, ela não entra nos pulmões do médium, ela é apenas usada para fins ritualísticos. Portanto, nenhum médium começa a fumar ou vicia no fumo devido ao trabalho espiritual.

Na Umbanda, podemos segmentar o uso do tabaco pelas Entidades da seguinte forma:

– Caboclos: charutos de melhor qualidade e cachimbos;

-Pretos-Velhos e Baianos: Cachimbos ou cigarros de palha com mistura especial de ervas;

– Exus: Charutos de fumo de qualidade de característica mais forte, por exemplo: Madame Butterfly;

– Pomba-Giras: Cigarrilhas de qualidade, por exemplo: Alonso – Gold.

ATENÇÃO: o uso de cigarros comerciais são estranhos ao ritual original, evite sempre.

As regras do Pai Tabaco:

  1. Fumou, não jogue o que restou de mim ou as minhas cinzas no lixo. É na terra.
    2. Não me fume depois de relações sexuais. Se purifique com água antes.
    3. Me fume sagradamente. Não sou fumado em meio a bebedeiras, brincadeiras ou no banheiro.
    4. Enquanto fuma não fale.
    5. Antes de me acender agradeça. Depois de fumar agradeça também!
    6. A primeira fumaça que sai de tua boca deve ser oferecida para mim.
    7. A segunda fumaça é soltada na tua frente. Depois abane a fumaça para seu corpo. Seja puro.
    8. Não pense coisa impuras enquanto me usa!
    9. Sou teu aliado e não teu servo!
    10. Tenha reverência sempre que tocar em mim.
    11. Ou você me fuma dentro de minhas regras ou eu te fumo!

Recado final: Eu sou um espírito severo que entra e sai de teu corpo. Não fui criado para o teu prazer. Habito na mata, na terra, na água, no fogo e no ar. Conheça meus mistérios. Ando por aqui muito antes de você!

Para o cachimbo: 

Muitas pessoas sempre nos pedem dicas de um combinado de ervas e tabaco poderoso para os cachimbos. A receita é simples e muito antiga e, claro, vai de brinde neste texto para você.

RECEITA:

1 parte de fumo forte de qualidade (para cachimbo, não use de cigarro de palha);

3 partes de Sálvia;

5 partes de Alfazema Extra (importada).

Na Terra Mystica você encontra todos esses produtos de qualidade e muitos outros. Conheça nossa loja: www.terramystica.com.br

Anúncios

2 comentários a “O TABACO E A UMBANDA

  1. Pingback: Qualidade do que se dá é a mesma do que se recebe | Livraria e Artigos de Fé

  2. Pingback: Lenda da origem sagrada do cachimbo – Blog Umbanda EAD

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: